Gordofobia Existe? O que é?

gordofobia - Gordofobia Existe? O que é?

Sabemos que toda fobia está relacionada a falta de tolerância ou aversão à algo e se você não possuía esse conhecimento, tome-o como verídico.

O fato é que: assim como outras fobias no qual a população mundial sempre esteve acostumada a lidar e encaramos como doenças, tratando-as como tal, a gordofobia está relacionada à aversão à gordura ou pessoas gordas.

Vivemos em uma sociedade no qual valoriza-se mais a magreza e corpo escultural de um indivíduo do que suas qualidades ou sua própria intelectualidade. Vemos ainda que quando um indivíduo encontra-se acima do peso descrito como “padrão” em nossa sociedade atual, infelizmente, consequências pesam em si, variando de olhares maldosos, ofensas verbais, bullying a até mesmo cyberbullying.

Atualmente, existem movimentos (como o feminismo e body positive, por exemplo) que lutam contra essa imposição de padrões que divulgam o magro como sinônimo de beleza, e a inclusão digital em conjunto com a presença de digital influencers que são mais “a cara do povo”  fazem com que cada dia mais pessoas se identifiquem com pessoas mais parecidas consigo mesmas, impedindo assim, crises existenciais a respeito de seus padrões de beleza, promovendo a auto aceitação e principalmente o amor próprio, eu mesma sou muito grata pela existência dessas pessoas.

Sabemos que a presença desses movimentos e pessoas faz com que uma geração inteira seja lentamente remodelada a respeito de seus padrões pré-concebidos. Porém, compreendemos que devido ao fato de mulheres serem desde cedo ensinadas a competirem entre si, mesmo que elas lutem contra isto conscientemente dentro do movimento feminista, mesmo que inconscientemente, a competitividade permanece nesta geração.

Quando a gordofobia é discutida, a discussão foca-se sempre na gordofobia internalizada, mas além de amar seu próprio corpo há ainda mais importância de que a gordofobia seja combatida do lado de fora, na sociedade. E nesse ponto, ainda falta aprofundamento em debates, impedindo assim, transformações efetivas na sociedade.

Sabemos que o sofrimento causado pela gordofobia é real e que na maioria das vezes, tentamos nos adequar aos padrões impulsionados pela sociedade e não por nós mesmas, pois é a ela que incomodamos na maioria das vezes e não a nós. Mesmo em contextos de sofrimento, ter um olhar feminista a respeito de como o padrão de beleza é visto em nossa sociedade, pode ser o pontapé inicial para compreender o quão errada está a situação cujo estamos vivendo. Aceitação em frente ao espelho de nossos próprios corpos não ocorre do dia para a noite e nem sempre ocorre totalmente, principalmente quando tudo lhe diz que você está “errada”, realmente é muito difícil, no entanto, o feminismo hoje é fundamental não somente para sua própria consciência e bem estar, mas como forma de lutar por todas nós: mulheres gordas, afinal de contas, estamos todas juntas!

 

 

Um beijo e até a próxima!

2 thoughts on “Gordofobia Existe? O que é?

    1. Isso ainda nos traz tantos problemas não é mesmo? é um assunto que precisa ser muito debatido e as pessoas devem levar em conta que as diferenças sempre existiram e que elas são lindas, sim! Tenho um vídeo no meu canal que falo um pouquinho a respeito de como eu também sentia vergonha de ir à praia, por exemplo. Hoje eu percebo o quão absurdo soa! Dá um olhadinha e compartilha comigo experiências suas! Vai ser muito bom ter você aqui comigo para conversarmos <3.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *